APCV

    A APCV – ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DOS PRODUTORES DE CERVEJA 

    É uma Associação de setor, sem fins lucrativos, fundada em 1986, e que representa as empresas que, em território nacional, exerçam a indústria da produção e/ou enchimento de cerveja.  A APCV tem a sua sede atualmente no Edifício Empresarial 3, Polo Tecnológico de Lisboa, Estrada do Paço do Lumiar, 1600-546 Lisboa.

    OBJETIVOS 

    A APCV tem como principais objetivos:

    1.    Ser voz da Indústria Cervejeira Nacional em Portugal, junto da União Europeia e de organizações internacionais e, quando solicitada, dar apoio sobre políticas e legislação que possam afetar a produção, marketing e venda de cerveja;

    2.    Incrementar e fortalecer a produção sustentada de cerveja;

    3.    Garantir à Indústria Cervejeira Portuguesa o direito de ser competitiva e inovadora;

    4.    Promover a responsabilidade do setor em relação ao Ambiente, Segurança Alimentar, Saúde & Nutrição e Comunicação Comercial.

    O QUE SOMOS: 

    Um setor fortemente exportador

    O setor cervejeiro exporta cerca de 30% da sua produção total de cerveja, a que corresponde um valor de cerca de 240 milhões de euros, alcançando, no caso de Angola, o segundo lugar no ranking de itens exportados.

    O saldo da balança comercial, importações/exportações no setor cervejeiro é de 1 para 14, totalizando as exportações um volume superior a 240 milhões de litros.

    O dinamismo do setor cervejeiro faz com que Portugal ocupe o 9º lugar do ranking europeu como país exportador, em termos relativos, medido em função da percentagem exportada relativa à produção total do país. 

     

    Um setor com forte incorporação de valor nacional 

    O setor cervejeiro incorpora/transforma no seu processo de fabrico mais de 80% de matérias-primas (cevada para malte) e embalagens (vidro, plástico e cartão) de origem nacional.

    O setor cervejeiro consume atualmente mais de 60 mil toneladas de cevada nacional e pode vir a chegar às 120 mil toneladas se houver uma aposta nacional na fileira agrícola.

    O setor cervejeiro nacional é reconhecido internacionalmente pela sua inovação e produtividade por trabalhador, cerca do dobro da média nacional.

     

    Um setor credor do estado 

    O setor cervejeiro impacta, direta e indiretamente, um universo de 75 000 pessoas, representando um valor acrescentado de 1.100 biliões de euros/ano, gerando receitas fiscais superiores a 1 bilião de euros/ano, segundo um estudo da Consultora Ernst & Young, publicado em 2009 e atualizado em 2010 (em publicação). O setor cervejeiro beneficia de uma quase total ausência de apoios públicos.